24/08/2009

Capítulo 3 - Cupido no Rádio

Meu pai trabalhava das cinco horas da manhã até as dez da noite. Era segurança na Escola Secundária de Clichy, bairro onde moramos. Ele insistia que eu procurasse emprego também, afinal, eu já estava adulto - ele não deixava de me lembrar isso - e precisava ajudar nas despesas de casa, porém, eu só tinha 17 anos de idade e ninguém se interessava em me empregar. Após a morte de minha mãe, passei a fazer o trabalho doméstico e coincidir esse trabalho aquilo que mais gostava de fazer: usar a minha imaginação e mergulhar em um bom livro. Era 15 de julho. Terminei os meus afazeres e esperei Pierre para subirmos a minha colina e passarmos a tarde inteira lendo. Enquanto ele não aparecia liguei o rádio e fiquei ouvindo uma música sem prestar muita atenção na letra. Fui surpreendido com uma interrupção para o inicio de um programa de relacionamentos. Mulheres de todo o bairro ficavam fixadas nesse programa. Os homens também. Na verdade, alguns dos moradores do bairro participavam do “Cupido no rádio” em busca de um novo e ardente amor. Eu achava essa ideia ridícula, quem seria capaz de participar e se expor contando sua vida em um programa desses? Mais uma vez a surpresa. Estava cansado de tantas emoções seguidas, mas esta eu realmente não esperava. Pierre era o novo participante do programa. Sua voz, fanha e ao mesmo tempo estupidamente fina, era reconhecida por todos os moradores do bairro. Começara o seu discurso se apresentando, contando seus defeitos e suas qualidades – que eram muitas, tenho que ser justo. Eu ria da tamanha “coragem” de Pierre e por sua voz ficar ainda mais fina ao som do microfone. Ao mesmo tempo, o admirava. Eu nunca fui “famoso” entre as mulheres e até então nunca tinha dado um beijo em nenhuma. Pierre ia continuando o seu discurso quando a campainha de minha casa tocou... Reveja: Capítulo 1 Capítulo 2 Colunista: James Pimentel :D

7 comentários:

marizé disse...

to aki ansiosa soh esperando o próximo capítulo XDDD

Elizeu Soares disse...

OlÁ,
parece que essa história vai render!
estamos esperando a proxima...
Fica na paz...

Menina Misteriosa disse...

Hum... gostei!
Interessante este começo... também estou ansiosa pela continuação!
Beijos

Luan Fernando disse...

Realmmente tem que ter muita coragem, eu não sei se teria.

♥ Mαrcellα L. disse...

Obrigada pela visita ao blog. Volte sempre.

Não parei pra ler a historia. Desculpe =/ dor de cabeça, to saindo do PC. Provavel que eu volte para ler.

Bj

Anônimo disse...

Amigo , nunca imaginei na sua capacidade de fazer livros !
nossa , que livro cativante !
too aki esperandoo o proxiimoo Cap. !

Benigno disse...

kkk.. voz fina !kk..
coitado do cara!
ta massa , asioso aki =D