20/08/2009

Capítulo 1 - Lembranças

Paris - França. 1985. Era outono e chovia bastante naquela noite. Meu pai e eu fomos a uma loja de brinquedos na tarde de 15 de Abril. Fazíamos isso uma vez por mês. Meus pais sempre me mimavam levando-me naquela loja. O problema era que eles nunca tinham dinheiro para comprar sequer um saco com bolinhas de gude pra mim. Mas eu insistia para que me levassem lá. Eu adorava ver as crianças, com seus olhos arregalados, observando atentamente os brinquedos e, no final, saírem com a sua sacolinha, felizes, por terem ganhado mais um presente. Eu imaginava como era ter um carrinho. Como seria bom leva-lo para o alto da minha colina favorita e passar longas tardes imaginando ser um caminhoneiro até minha mãe me chamar para o jantar. Era um sonho, que um dia - tinha isso dentro do meu coração - ia se realizar antes de eu completar 18 anos. Não faltava muito tempo, mas a minha esperança permanecia viva. Enquanto o meu sonho não se realizava, eu passava as tardes - depois de uma longa manhã na escola - com a cabeça enfiada em livros de ficção, romances - que eram os meus prediletos. Subia uma colina - que costumava a chamar de "minha" - e ficava deitado à sombra daquele moinho antigo lendo os livros da biblioteca da escola. Pierre se juntava a mim todas as tardes e ficávamos em silêncio, concentrados cada um em seu livro. Por coincidência, aquela também era a data do aniversário de minha mãe. Ela completava 48 anos. Eu e meu pai programamos um jantar especial no restaurante em que minha mãe sonhava em ir, mas quando vimos nossas finanças, nos contentamos em leva-la para comer panquecas. Pelo menos, era o nosso plano até acontecer um inesperado acidente naquele mesmo dia... Colunista: James Pimentel ;D

9 comentários:

Anônimo disse...

amiigoo !
bom começoo !
torçoo por vocêe !
oo melhorr livroo !
um otimoo começoo de históriaa !
ameiii xD

by : Hiago Andrade!

Elizeu Soares disse...

Olá,
Nossa uma boua História...Que dexa a outra querendo saber o que vai acontecer Despois !
Fica na paz...

LUCAS disse...

Q LINDO AMIGOO!
QUERO VER LOGO Q ACONTECEU NO CAPITULO 2
SUCESSO PRA VC EM NOME DE JESUS!



VC VAI SER UM GRANDE ESCRITOR!
EM NOME DE JESUS!
DEUS VAI TE USAR NA ESCRITA AMIGO!
TENHO ORGULHO DE VC PARABÉNS!

Larissa disse...

Jameeeees meu amoor, eu ameeeeei, ta lindoo, lindo, lindoo..
Que Deus te usee muito, muito, muitoo mesmo pra fazer isso meu amooor.
Eu te amo meu primo gato ^^
Beijoos :*

Luan Fernando disse...

Acho muito legal ver pessoas entrando nesse mundo de contos, e notei que você já deveria ter feito isso a muito tempo. Muito legal, e nesse primeiro capítulo foi um pouco triste, fiquei com pena dele, acho que não custava nada um brinquedinho...

Boa sorte na continuação!

Abraço.

Dil Santos disse...

Olá, tudo bem?
Gostei da história, pelo que li parece se bom.
Que bom que gostou do meu blog, fico feliz.
Volte sempre e comente por favor, kkkkkkkkkkk

Beatrix disse...

primeiro,brigada pelo comentario lá no INCESSANTES DUVIDAS .Seja bem vindo a dar sempre as caras por la e dar sua opinião.;D

Gostei da historia,e claro,fiquei curiosa pra ler a continuação...

;*

Larissa Oliveira disse...

- Que encanto, as palavras, os sentimentos, apesar de serem um pouco dolorosos e tristes, mas com certeza se veio um aprendizado ! ah essa primeira, faz prosseguimos a lê todas as outras, fascinantes ! Um beijo querido James ♥

Tânia disse...

Indo pro próximo capítulo.. *-*