11/03/2013

Mistério



Todos os dias a loira sobe em uma biz e corta as ruas da cidade a procura de algo que ninguém sabe o que é. Sua motinha passa rápida e silenciosa, quase camuflada na penumbra do entardecer. Os vizinhos e moradores do bairro nunca veem o seu retorno. Notam a sua presença somente quando o farol da moto ofusca-lhes a visão no outro dia, no amanhecer.

2 comentários:

Rick disse...

É bem diferente a moto do texto pra biz da historia em? hehe.

Boa tarde, "_"

Nati disse...

Tenho uma vizinha assim, só vemos o retorno no final da noite mesmo... Beijos

Mundo de Nati
@meuamorpravoce