01/11/2012

Aprendam com os cachorros!


Ele é certamente um cão hiperativo, carinhoso e muito, mas muito mal educado. Tobby não podia ver a cor brilhante de qualquer sapato que corria para deixar nele a marca de seus dentes. Por mais que eu explicasse que fazer aquilo era bastante desagradável, ele não entendia e, sem pensar duas vezes, estragava o sapato de quem quer que fosse. Um dia desses minha tia, bastante descuidada, deixou na porta de casa o seu belo par de sapatos. Não deu outra: quando menos imaginamos Tobby estava lá, divertindo-se com seu mais novo brinquedo.

Não sei o que me deu, mas avancei naquele cachorro sarnento, arranquei o sapato dos seus dentes e chutei com todas as minhas forças o seu focinho vermelho. Ele deu um latido de choro e foi caminhando lentamente, cabisbaixo, rumo a sua casinha. A essa altura eu já estava com meu coração partido em mil pedaços, pensando no quão cruel fui com alguém que não estava fazendo nada mais do que simplesmente se divertir. A maldade não estava nele enfim, mas em mim.

Passado alguns minutos fui ver se nada de errado tinha acontecido com o cachorro. Agachei perto da entrada de sua casinha e fui recebido com um latido, dessa vez alegre, e uma lambida que fez esboçar um intenso sorriso nos meus lábios. Fechei os meus olhos e percebi que Tobby tinha acabado de me ensinar uma importante lição.

Não importa o que me feriu, como me feriu e porque o fez. Se é alguém que amo a única coisa que posso fazer é perdoar. Vivemos tantas coisas boas junto de quem amamos e não pode ser por um pequeno erro ou equívoco que essas lembranças e aventuras devem ser apagadas de nossas vidas. O cachorro me ensinou que guardar rancor é para os fracos, para os humanos, e que para os bons animais como ele, amar é a arma que pode acabar com qualquer coisa que nos impede de ser feliz.

8 comentários:

Rick disse...

Antes de tudo, muito lindo, sem mais.
O ser humano sempre vai ser o bicho mais inteligente e burro ao mesmo tempo. E gostamos tanto de guardar rancor. Adiamos nossa felicidade ao máximo.
E sendo ou não o culpado por diversas desavenças, nunca acabamos com o nosso orgulho, sempre deixamos que o tempo cuide disso, ainda que o coração aperte na vontade de ir atrás.

Moço, já te adicionei no facebook, basta me aceitar por lá. E tem todos esses links disponíveis lá no blog, no perfil. Eu acho legal que os escritores disponibilizem seus perfies, a gente conhece esse pessoal melhor não é mesmo. "_"

Bruna Bianconi disse...

Que lindo, as maiorias lições da vida a gente aprende assim, em momentos comuns. Abrir os olhos para o perdão é uma coisa incrível, como a maioria das coisas não é fácil mas uma vez que conseguimos perdoar de verdade a gente se sente curado, mais leve e a vida fica bem.

Obg pelo comentário em meu blog, ao que tudo indica eu realmente to vivendo aquilo lá mesmo, no alto dos meus vinte e dois anos, haha, não to sabendo lidar mas é bacana sentir algo simples e verdadeiro, faz bem.

Voltarei aqui mais vezes :)

Desventuras em Série disse...

Muito bom o texto e puramente verdade.
http://desventuras-em.blogspot.com.br

Satiko disse...

Sabe,nós adotamos um cãozinho,damos comida,água e um pouco de atenção,então achamos que somos os melhores donos do mundo."Donos"?HAHA é,somos egoístas o suficiente para querermos sempre ter razão e não pensamos nos motivos daquels que nos amam,pensamos instantaneamente na punição que merecem.
Nossos cãezinhos afinal,nos dão muito mais do que damos a eles. ;D
Ótimo blog,gostei muito dos posts que li por aqui,passarei mais vezes.
Bjoks Garota.com

Babi Farias disse...

Verdade, aprendo todos os dias com meu bichinho. E não há amor mais puro do que aquele dado pelas crianças e pelos animais. Sem contar na cumplicidade que os mesmos nos dão. Linda reflexão, Jota! Queria que alguém lesse isso...

Beijo, moço.

sobrefatalismos disse...

Você já viu um video, que é a propaganda de uma cadelinha chamada Sofia? A história do video é uma crônica e trata justamente dessa confiança que o cachorro passa para o seu dono. Não é a toa que dizem que o cão é o melhor amigo do homem. E com ele, podemos aprender muito sobre o carinho e a valorização do próximo.
Sinônimo de cachorro é afeto.
Abraços.

David disse...

as pessoas podem aprender com os animais e suas atitudes. Eu tenho um cachorro e cada vez que ele está em su casinha para cachorro eu assisti-lo para ver como ele se desenrola. Eu gosto de vê-lo jogar e se divertir com os meus amigos e também brincar com seus brinquedos.

Ariana disse...

Guardar raivas e mágoas só faz mal pra quem guarda.
E os animais tem o amor mais puro que existe, sem interesse.
Adorei o texto.

Beijos