20/07/2012

Amanhecer

Os primeiros raios de sol penetravam por entre a cortina entreaberta iluminando o meu rosto aos poucos. Não tive coragem de levantar da cama ainda e já passava das sete da manhã. Abri os olhos devagar até eles se acostumarem com o novo o brilho que o ambiente recebia, então percebi aos poucos que minha cabeça ainda doía. “É a consequência do que fiz ontem”, resmunguei em pensamento. Amanheceu. Enfim amanheceu. 

Sempre ouvi dizer que o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Não sabia ao certo se esse pensamento se tratava de um provérbio chinês ou um simples dito popular, mas devido às últimas situações que eu havia passado na vida, necessitava urgentemente que um sorriso largo  fluísse da minha alma e me fizesse sentir o que os casais apaixonados sentiam ao tocar um do outro. Um novo amor. Talvez era essa a alegria que eu ansiava naquela manhã. 

Continuei a olhar a cortina entreaberta resolvendo instintivamente lutar contra a minha dor - física e sentimental - e levantar da cama com o intuito de contemplar o sol. Ele não é o ser preferido dos poetas, mas sempre quando citado torna-se símbolo de um novo caminho, de novos sonhos, novos destinos. Era exatamente o que eu precisava. 

Fiquei imóvel durante alguns longos minutos. À medida que os raios do sol ficavam mais intensos, o vigor daquele amanhecer enchia minha alma de uma motivação boa, fruto da voz muda desse elemento da natureza que insistia em dizer que tudo podia ser diferente, bastava eu acreditar. Fitei ainda mais intensamente o sol até os meus olhos lacrimejarem, só não sabia ao certo se pela quantidade de luz que recebiam ou se a angústia que me acompanhava há vários meses estava sendo posta para fora. 

Amanheceu. Amanheceu. Amanheceu, repeti para mim mesmo diversas vezes. Quando mais os minutos se passavam, mais essa palavra ia se revelando com um significado novo. Amanheceu. Uma nova chance. Amanheceu. Um novo caminho. Amanheceu. Eu agora estava completo, a beira de uma nova estrada. Amanheceu, enfim amanheceu. Um sorriso largo formou-se em meus lábios sem que eu percebesse.

-------------------------------
Acordei inspirado hoje meu povo. Gente, tô com saudade imensa daqui. Nesses últimos dias passei por alguns problemas mas tudo já se resolveu, graças a Deus. Tenho muita coisa pra contar aqui, mas vou fazendo isso aos poucos. Obrigado pelas visitas, pelos comentários, pelas reclamações e pelas amizades que nunca perdi. Vocês são importantes, acredite.

Quando tiver mais um pouquinho de tempo vou responder os comentários da outra postagem e os dessa. Até mais ver \õ

8 comentários:

sobrefatalismos disse...

O sentimento de que algo amanhece dentro de nós é de uma clareza indescritível. Em resumo, saímos do casulo de nossa existência e olhamos para fora, descobrindo dores e delícias desse mundo. Abraços.

Drê disse...

Muito lindo o seu texto!!!
O bom mesmo, é sentir TODOS OS DIAS que amanheceu!!!

Luísa Zanni disse...

Lindo-lindo. Amanheceu pra mim também, e foi dia desses. Deixa só te dizer uma coisa que eu percebi que tinha percebido enquanto lia teu texto: "o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã" sim senhor. Só que "amanhã" não necessariamente é o dia seguinte. Pra acordar, a gente precisa ter adormecido. Só amanhece pra quem se deixa anoitecer, sonhar, e despertar. Ciao!

Andressa Pereira disse...

Talvez como eu digo "Amanhã as coisas serão melhores. Óh sim, serão muito melhores!". Sempre que o dia é ruim, tento ver pelo lado positivo, foi apenas um dia, o dia seguinte pode ser completamente diferente, e sim, eu o farei ser diferente.
Beijos

Debbys disse...

Ihh, mas vida anda corrida mesmo... veja só eu! sumi um tempão... mas agora tô voltando aos pouquinhos, apesar que mal tive férias e tô super cansada... mas..
gostei mt do texto! tava inspirado mesmo hein! hehehe
bjão!

Tiêgo R. Alencar disse...

James, seu lindo! Intenso como sempre! Muito bom, olha, a gente sentiu aos pouquinhos o amanhecer tanto pro personagem quanto pro ato da natureza em si! Maravilhoso, sem mais <3

Abração!

Andressa Pereira disse...

Alguém precisando atualizar o blog*

Sofia Carolina disse...

Também estava meio afastada do meu blog, dá saudades né?
E eu sei bem como é acordar e pensar: puts, minha cabeça doí! culpa de ontem!
Hahahaha :) Tenha um bom final de semana!