27/01/2012

Amizade baseada em sexo

Os atuais diretores de comédia romântica têm apostado em representar o sexo como uma prática meramente física, sem envolvimento sentimental - só prazer, para basear as histórias de amor que configuram os casais do século XXI. O resultado de vários roteiros baseados na mesma premissa é que cabe ao roteirista criar algo que faça com que seu filme tenha um importante diferencial dos demais, e deixar isso bem claro ao público. Amizade Colorida entra na categoria dos filmes que tem um início promissor, mas que se rebaixa ao clichê romântico dos demais filmes americanos da segunda metade ao final. E isso não foi algo ruim, acredite. As relações afetivas são necessariamente baseadas nas físicas ou um “lance” físico pode desencadear uma relação afetiva? Ou ambos? 

A película conta a história de um casal unido pela frustração de relacionamentos anteriores. Mila Kunis interpreta Jamie, uma caça-talentos que mora em Nova York e acaba conhecendo o jovem Dylan, interpretado por Justin Timberlake, candidato para um emprego na revista GQ. À medida que se conhecem, engatam uma amizade que procede aos padrões normais: Ambos decidem manter relações sexuais um com outro como uma espécie de fuga de envolvimentos sentimentais; o sexo é para eles uma prática meramente física. 

É nesse ponto que o diretor Will Gluck apresenta uma característica peculiar dos casais que se submetem a esse estilo de vida. A amizade de Jamie e Dylan é tão forte que até o ato sexual passa a ser mais prazeroso. Um diz para o outro o que gosta e o que não gosta, alimentando assim uma aliança de confiança e verdade recíproca. Aos poucos uma aliança que envolve prazer, carinho e afeto são construídos entre os dois, o que resulta na confusão do que realmente um sente pelo outro. 

Muitos críticos condenam Amizade Colorida por se vender às premissas clichês da uma comédia romântica, o que de fato é verdade. Contudo, a maioria deles deixa de mencionar que as cenas finais do enredo assumem uma dinâmica diferente do esperado pelo público que tem a sensação de saber como tudo irá terminar. O filme é repleto de diálogos curtos, porém inteligentes, envolvidos por um humor simples.

FICHA TÉCNICA 
Diretor: Will Gluck 
Elenco: Emma Stone, Mila Kunis, Justin Timberlake, Rashida Jones, Patricia Clarkson, Richard Jenkins, Woody Harrelson, Nolan Gould, Andy Samberg, Shaun White Produção: Liz Glotzer, Will, Gluck, Martin Shafer, Janet Zucker, Jerry Zucker 
Roteiro: Will Gluck, Keith Merryman, David A. Newman, Harley Peyton 
Fotografia: Michael Grady 
Duração: 109 min. Ano: 2011 País: EUA Gênero: Comédia Rômantica
Cor: Colorido Distribuidora: Sony Pictures Estúdio: Castle Rock Entertainment / Screen Gems / Zucker Productions / Olive Bridge Entertainment 
Classificação: 14 anos

9 comentários:

Kika de Castro disse...

Qdo eu crescer quero escrever igual a você.

Jeniffer Yara disse...

Amo amo amo esse filme, tem seus clichês, mas é lindo, não tem como negar >< E a sua resenha foi ótima, queria escrever saber escrever assim :{ rs

Beijos

Allan Penteado disse...

Legal a resenha, o filme é bom, mas como cristão é triste ver que o sexo não é tratado como a aliança de um casamento, a consumação, e é tratado como algo bem banal!

Debbys disse...

Ah, tô doida pra ver esse filme!! hahahaha.. mas agora tem que esperar sair nas locadoras ou ter paciência pra baixar ou algo assim..
Gostei do post! bjusss

Rafaela disse...

Ai, ainda não assisti, mas muita gente diz que parece com aquele filme, "Sexo sem compromisso", da Natalie Portman e do Ashton Kutcher... =(
Beijos

Harley Quinn ❥ disse...

Eu gosto do filme, comedias romanticas raramente fogem do clichê, mas mesmo assim são bons *-*

Nathy disse...

Gostei desse filminho! Bem água com açúcar, e nem é tanto meu estilo, mas gostei! rs

Laís Pâmela disse...

Ainda não assisti,
Mas vi o "Sexo sem compromisso" e adorei, achei muito linda a história, apesar de clichê, rs.
Quero assisti o filme também porque nunca vi Timberlake atuando então vamos dar uma opinião né?
Assim que ver volto aqui e dou minha opinião, rs.
Beijo.

Jeniffer Yara disse...

Sério que você acha que Publicidade é a minha cara?! Nunca pensei nisso,rs. Bom, vou tentar me descobrir aos poucos e saber o que realmente quero pra mim ><

Tem post novo no blog.Beijos ;*