19/02/2011

Hoje nunca será igual a ontem

Playstation nunca será tão legal quanto um Polystation. Bonde da Stronda nunca tão legal quanto Bonde do Tigrão. Nike colorido nunca será tão legal quanto tênis com luzinha. Tatuagem nunca será tão legal quanto tatuagem de chiclete. Ben 10 nunca será tão legal quanto Papa-léguas e Coiote. Ficar trancado em casa jogando vídeo-game nunca será tão legal quanto ficar o dia inteiro na rua com seus vizinhos. A infância de hoje em dia nunca será tão legal quanto a nossa.

OBS: achei esse post interessante, por isso copiei. Jamais farei isso novamente, obrigado!

17 comentários:

Saraiva ® disse...

Concordo

Debbys disse...

ah, com certeza oww... é igual aquela comunidade... que fala assim: "saudades de quando restart era um botão de video-game, colírio era remédio para os olhos, cine era abreviatura de "cinema", vampiros eram assassinos, bonde era meio de transporte, rebolation era dança eletrônica, chapinha era coisa de menina, calça colorida era só do tiririca e justin biba era apenas um espermatozóide."

haUHAuAHUAHUAHuAH
bjs

Jéssica Trabuco disse...

É... pra gente é assim mesmo.
Mas as coisas passam e mudam. Coisas que são legais pra gente não são legais para os nossos pais.. e assim vai ser sempre.
É muito coisa de época e fase.
Vai entender.

Maiara disse...

Pois é, essa infância atual está muito mais adulta do que a de antes. É como diz a letra do Lulu Santos: "Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia" (...)

Enfim, indiquei uns selos a você, quando quiser/puder dá uma passada lá:

http://maiaraentrelinhas.blogspot.com/p/selos-e-afins.html

Um beijo.

Heitor Lima disse...

Aviso importante no meu blog. Quero que você saiba.

Sαbrinα Frehí disse...

Grandes verdades!

Lαís Pαmelα :) disse...

Com certeza!!

Welbert Queiroz disse...

Relativo.. depende da geração..
cada geração tem um recorte diferente..
A não ser que se viva em duas gerações, (impossivel) seria posssivel tentar fazer uma comparação...

Pena termos apenas uma chance rsrsr .. (^^)

Clara disse...

Também acho que não... Acho mesmo que quem escolhe o playstation à bola de queimada é porque nunca experimentou um dia inteiro de brincadeira. Eu fui uma exímia moleca nos tempos que pude e não me arrependo, mas penso que toda a violência e 'pressa' dos dias de hoje atrapalhem muito as coisas a serem como eram.

Italo Stauffenberg disse...

tem coisas no texto que, pra mim, são relativas!

^^

She came from hell disse...

Pura verdade.

Nina Auras disse...

Fato /:

Allan Penteado disse...

polystation?! aff...
cada um é cada um rs.
acho que a infância se modernizou conforme a tecnologia e nenhuma era será igual a outra, mas cabe a nós fazer da infância de nossos filhos, algo para ser bem lembrado, acho que as pequenas atitudes contam muito nisso!! Abraço

Jess. disse...

Eu até concordo e acrescento que a próxima geração provavelmente pensará assim sobre as tecnologias que vierem.

esse post me trouxe uma nostalgia e falta da minha infância, você não tem ideia...

Naty Araújo disse...

Nossa, genial esse texto!
Eu não sou dessa época não, viu? rs.
Sinto saudades da infância.

Maiara disse...

Venho agradecer pela crítica, bem, elogios sempre são ótimos e afagam o ego da gente, mas as críticas nos empurram para a frente.
Ah, e sim, é um conto e eu nao sou a personagem, haha. Na realidade me baseio muito mais naqueles que me cercam do que em mim mesma para escrever. E outras vezes é tudo ficção.

Beijos, e obrigada. ^^

Higor disse...

Bom, na verdade o playstation vai ser sempre melhor do que o polystation. xD Mas deixando os detalhes técnicos de lado, sim, deu pra entender o que o texto quis passar. Esse texto também tem uma verdade sim, mas acho que essa não pode ser generalizada. Não é a verdade de todos, mas ainda assim o texto é bem legal. Essa foto também é maneira, é de um "bixo", que não lembro o nome agora, muito conhecido na área dos games.