28/09/2010

Crônicas de amor


Voando. Era assim que eu me sentia deitado na nossa cama, debruçado sobre a felicidade da nossa paixão. A pouca luz no ambiente era suficiente para me concentrar no som da sua respiração ofegante, depois de mais uma noite intensa de amor. O cheiro do seu corpo suado penetrava as minhas narinas manifestando o veneno do qual você usou para me conquistar. Golpe baixo! Agora estou viciado no seu corpo! Quero me dopar eternamente no teu beijo, sentir o meu corpo fervendo quando ao encontro do teu. Quero todas as frias manhãs de outono ouvir a sua voz rouca dizer:

- Seu canalha. Eu te amo!

Fiz esse texto aí só pra atualizar mesmo. Amanhã vou começar o texto do blorkutando dessa semana. Até mais <3

4 comentários:

Janaina Barreto disse...

hum, que apaixonado... <3
#Atoron textos assi. A gente se sente lá, não segurando vela, mas no lugar dos personagens. rs

Beijo!

Allan disse...

gostei do romance, o cara todo apaixonado e no fim a mulher ainda o chama de canalha, gostei.

Clara disse...

'Só pra atualizar'? Bem, adoro esses textos pequenos e aparentemente corriqueiros,porque geralmente eles mostram o que a gente está pensando no momento. Este está bem apaixonado, até meio diferente do que você costuma postar. rs!

celula P.N.M disse...

aa james .. xonado ,, urruuuuh