10/04/2015

No momento em que prometi a mim mesmo que não iria me relacionar com mais ninguém você surgiu. Foi sem intenção (juro!) mas não tive como não elogiar o seu sorriso. E não foi pela linha fina que seus lábios formam revelando os dentes esbranquiçados, mas pelo seu olhar castanho que brilha de uma forma inexplicável quando você está feliz. Ainda sem intenção (juro!), deixei me envolver, mesmo com o medo e a frustração do meu último relacionamento martelando a mente a cada segundo. Foi bom sentir seu hálito naquele domingo a tarde, sua excitação, seus lábios calmos contra os meus e ainda ouvir você dizer "que beijo gostoso!". Lembra? Eu só consegui responder "estava pensando a mesma coisa" e logo você treplicou: "eu sempre falo o que penso". As semanas se passaram e o tempo provou que era tudo verdade e isso me deixou ainda mais atento a cada palavra que você diz. Houve uma especial que me pegou desprevenido. Foi quando disse: "eu não quero me relacionar sério com ninguém". Mais uma vez a vida e suas surpresas.

É tão bom estar perto de quem a gente gosta, esquecer do problemas, dar risadas, se sentir importante.
Eu gosto quando você me abraça. Seu toque faz com que eu me sinta protegido. A cada dia você me dá uma surpresa diferente, o que me frustra por achar que eu não tenho o bastante para retribuir. Por tantas coisas que já vivemos juntos em pouco tempo a única coisa que posso prometer te dar é o meu tempo para que possamos construir uma amizade (ou seja lá o que for) mais concreta Que seja colorido enquanto dure, doce enquanto provarmos um do outro e que gere sorrisos a cada lembrança. Tenho certeza que Deus uniu nossas vidas e que Ele seja o elo para que o melhor aconteça aos dois. Amém.


Um comentário:

Allan Penteado disse...

Sr. James todo filosófico, dizem que gente apaixonada é assim. rsrs