02/07/2011

Reflexões da vida


    Hoje me emocionei assistindo Glee na rede globo. Não vou comentar o quanto vai ser chato ter que esperar uma semana pra poder assistir a outro episódio porque não vem ao caso. A verdade é que esse programa piloto, que retratou de uma forma divertida um tema bastante interessante, me fez pensar em algumas coisas que nós nos deparamos ao longo da  vida.
    O ciclo natural do ser humano é nascer, crescer e morrer. Nesse grande intervalo de tempo o que realmente deve ser feito para que cada segundo seja memorável? Racionalizar tudo e padronizar sua vida para que tudo seja "perfeito" ou seguir a filosofia Zeca Pagodinho e deixar a vida te levar? O método não importa, mas sim quais decisões tomaremos nesse curso.
     Decidir não é abrir mão.Mas o que nos dá prazer? O que nos deixa feliz? O que nos faz sentir vivos? De acordo com o roteiro de Glee, as respostas que se enquadram nessas perguntas são as que devemos seguir -  o que concordo plenamente. Tem gente que busca uma profissão pensando em ser feliz. Outro tipo de gente acha que vivendo "adoidado" e sem preocupações é o correto. Eu prefiro dizer que gozando de  prazer em cada segundo é o que nos faz viver de verdade - até mesmo quando derramamos lágrimas pra isso.
    

5 comentários:

Lucas Reis disse...

Nossa, todo mundo diz que a vida é tão simples, mas... parece tão difícil às vezes. Eu acho que muita gente (inclusive eu) complicam a vida. =/

Como viver, então?

Allan Penteado disse...

Oi James! Que foto estilosa hein rsrs

Concordo quando você diz que viver com prazer na vida é aproveitar os pequenos momentos, vejo mais isso quando perdi o tempo de fazer coisas bobas que eu não dava a mínima, mas acho isso mais complexo ainda:

Para viver feliz é necessário fazer o que gosta.

Jéssica Trabuco disse...

"...até quando derramamos lágrimas pra isso."
É exatamente assim que está acontecendo comigo. Para eu ser feliz, em alguns momentos estou derramando lágrimas. Mas quer saber? Vale à pena.
Cada um sabe de si, só você pode saber o que te faz feliz e vá querido, corra atrás disso. Não escute o que os outros vão dizer a vida é sua e o tempo está passando.
Ótima reflexão :)

Raiane Paula disse...

Oi!
De antemão: Tô seguindo... Sou cristã e achei muito legal seu blog. Interessante!

Também assisti à série. Amo música (eu canto) e o fato de fazer o que gostamos e lutarmos por isso foi o que me chamou a atenção na série.

Passa no meu blog...

Fique na Paz!

Anônimo disse...

Olá... vc é um gatinho hem. A vida é muito complexa sim, tem que ter habilidades para contornar as situações.