07/01/2011

Malhação: até que em 2010 deu-se um tempo nos clichês!


De uns tempos pra cá, assistir Malhação deixou de ser algo prazeroso para alguns. Em toda temporada é sempre quase o mesmo enredo: sabemos que haverá um casal certinho, um vilão que deseja separar esse casal e que na temporada seguinte ele se arrepende e vira mocinho e amigos que frequentam o mesmo estabelecimento onde toda a trama se desenvolve.

Também não venho por meio desta resenha falar do desempenho dos novos atores da série, uma vez que muitos deixam a desejar. Porém essa 18º temporada está abordando inúmeros assuntos que geram polêmica e dúvida no meio dos jovens, e alguns deles não são discutidos em outros programas de entretenimento.

O que mais chama atenção é essa nova problemática que vive o personagem Maicon (Marcello Melo Junior). Moleque de periferia, cresceu ao lado do amigo que hoje, por ser famoso, o maltrata, o humilha e finge que não o conhece. Até onde a fama muda a cabeça de alguém? Além tema, assuntos como maioridade penal (que deu o ponta pé inicial da trama) alcoolismo, câncer de mama, tratamento de idosos, homossexualidade, etc. também foram mostrados.

Em breve a temporada 2011 deve começar. Espero que os futuros diretores continuem nessa linha e tratem de temas que os jovens precisam discutir com mais profundidade e precisão. Parabéns para a temporada 2010 por ter dado um show no enredo social, porque na hora de tratar a real vida do jovem... bom, isso é assunto pra outro texto!

Jeová, fazia tempos que eu queria escrever sobre isso e só deu certo agora. Espero que compartilhem da minha opinião. Mas se não, vamos discutir, os comentários estão aí pra isso.
Gente, tô feliz! Não sei porque, mas estou.
Vou parar de fazer promessas e começar a realmente viver. Enfim, estou lá no Twitter, fiquem a vontade para me seguir. Beijos e abraços!!

10 comentários:

Juliane S. Rocha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliane S. Rocha disse...

Não é sempre que assisto, mas nas poucas vezes que assisto, vejo apenas um programinha chato. E não acredito que instiga a discussão entre os jovens.
Saudades James,que bom que voltou a aparecer la no blog, e como você está?
Beijos

Jamylle Carvalho disse...

Parei de assistir faz tempo, mas vi alguns episódios dessa temporada. Realmente mudou, gostei.

Clara disse...

Ahh, pra mim faz muuuuuuuuuuuitos anos que Malhação não presta muito. Além de atores horriveis e tramas clichês como vc citou, acho a novela meio mal-escrita e que anda rápido demais, ficando superficiais as cenas. Não gosto. Até andei dando uma olhada em algumas cenas, acho que sei quem é o Maicon, achei legal um ator meio mestiço fazendo papel de galãzinho...

Allan Penteado disse...

acho essa novelinha uma porcaria, ela não trata das coisas como elas são, e está cada vezes mais infantil como se todos os jovens que assitem fossem dementes. A vida do adolescente hoje em dia não é nem um terço do que tentam mostrar, sinceramente. eu esperava mais dessa nova temporada :(

Higor disse...

concordo concordo e concordo! cara eu estava assistindo e pensando a mesma coisa esses dias. Realmente deram um tempo nos clichês. Sobre os temas polêmicos, não só a malhação como as outras novelas da globo sempre abordam determinados assuntos afim de esclarecer a mente do povo.

---------

Dizem que opinião e gosto não se discute; eu discordo. Acredito que depois de explicado, ai sim não se discute. Por exemplo, você colocou o seu ponto de vista e eu achei bem legal. Não concordo, e não vejo da forma que você vê, mas aceito o jeito como pensa. A questão é que você não pensa da forma como expôs, apenas porque a bíblia manda, mas sim porque além disso, é a SUA opinião, SEUS princípios. Você acredita que essa forma de agir é a correta, e assim faz. (alias, não faz hehe). Já eu, não considero esse mandamento bíblico, assim como não considero outros, como ser contra o homosexualismo por exemplo. Sei que a palavra adultério também se aplica para os pensamentos, mas eu só considero pecado, aquilo que é errado, e ainda assim é executado. Então, por tudo isso que eu disse, citei as pessoas que seguem a igreja da forma mais conveniente, ou deixando de lado seus princípios. O cara do taxi, mudou de igreja porque a dele não era de acordo com o que ele pensava. Já outras pessoas, ignoram o que acreditam e continuam naquele caminho por medo, ou por achar que é o caminho certo que lavará ao ceu. E no meio disso tudo, quem tá certo? Então, eu só sigo o que eu acredito ser certo. A diferença é que o que eu acredito, não tem escrito em nenhum lugar.

Tiêgo disse...

Malhação está voltando, mesmo que aos poucos, ao que era no seu tempo de 'auge'. Os temas diversificados, a abertura mostrando um ritmo bem nacional e a valorização de todos os estilos são apenas alguns dos exemplos que podem ser citados. Assisto Malhação SIM, sem vergonha de dizer que gosto muito da novela. Não passou o tempo dela não, VEM GENTE!

Bom texto, James! Gostei do tema!

Debbys disse...

ainda acho que continua tudo igual... naum vejo mais, mas naqueles momentos de nd pra fazer q vc decide tentar assistir, fica tão óbvio oq vai acontecer... claro q é legal eles abordarem os temas, mas na maior parte das vezes eles fogem um pouco da realidade da coisa... e às vezes até passam informações incorretas... malhação era mt bom no inicio... mas, quem sabe volte a ser cm antes.. xD
bjssss

Déia disse...

Eu assisto pouco, mas acho importante que assuntos polêmicos sejam discutidos entre os jovens!
bj

Any disse...

eu preferia muito mais a malhação antiga.. mesmo sendo o mesmo enredo, era bem melhor do que a porcaria que é agora. os atores de agora são horríveis, nem dá pra assistir aquilo.. mas concordo que os temas abordados vem sendo bons. se a interpretação deles fosse boa também, seria ótimo