23/01/2011

É, eu sei!


Eu sei que é só virar a cabeça para o lado da parede, esperar que todos ficarem em silêncio e começar a soluçar baixinho para que ninguém ouça. Basta respirar fundo e deixar com que as lágrimas lavem a cara de pau que tive em pensar que você poderia ser minha um dia. Vou colocar o travesseiro entre as pernas e imaginar que estou juntinho a você novamente. Sei que se fizer isso estarei aumentando ainda mais a ferida em meu peito. É, eu sei que jamais vou te ter em meus braços. Ainda bem que nunca jurei amor a ti. Assim você jamais saberá como estou sofrendo.

Precisava postar isso. Mas não tem nada haver comigo!

8 comentários:

Andressa P. Cruz disse...

Salve doido.
Faz tempo que não apareço aqui.
E ai? Ta sofrendo de amor? Corre lá pra conta pra ela pow.
abrçs

Anônimo disse...

que triste :/ , melhoras ^^

Jéssica Trabuco disse...

Triste mesmo.
Quando gostamos de alguém temos de ir até a pessoa, por que não arriscar antes de desistir assim?

Leninha Morais disse...

Como o Renato já disse, se o amor fosse verdadeiro não te faria sofrer.

Tudo passa... Talvez isso sirva de consolo.

Beijo!

Juliane S. Rocha disse...

O engraçado é que sempre podemos nos impressionar, não é mesmo?
Beijos

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Chorar no travesseiro é uma das atividades mais solitárias que existem, é sinal de que falta colo.

Gostei do texto.

*

Isabelle. disse...

O texto em si é triste, mas, mais triste ainda, acho que foi eu ter me identificado desde a primeira vírgula! Hahaha

Parabéns, seu blog é maravilhoso :)

Anônimo disse...

QUi triste :(