28/01/2011

Sambar, comer, rezar e ser feliz


Antes mesmo de Jesus nascer, o rei Salomão já refletia: “Por isso estou convencido de que devemos nos divertir, porque o único prazer que temos nessa vida é comer, beber e sermos felizes”*. Tenho certeza que muitos nem sabem da existência desse versículo na bíblia, mesmo inconsciente disso, os brasileiros são os que mais vivem essa espécie de mandamento.

Ta aí, bom é ser feliz! Mesmo em meio a tanta desgraça, nós brasileiros sabemos manter a cabeça firme, olhar para cima e achar esperança em coisas singelas. Nossa alegria não está só em receber boas notícias, mas no abraço apertado, no “bom dia e boa tarde” ditos em variados sotaques, na compaixão na hora de ajudar e em jamais deixar o próximo passar necessidades.

Podemos ter inúmeras favelas, gente morrendo por falta de apoio político, mas tais coisas jamais serão barreira para apagar a fé que temos; fé que nos faz acreditar nas pessoas, a se tornar amigo de infância em uma conversa na fila do banco, a comprar briga por quem mal conhecemos; isso sem falar no famoso jeitinho brasileiro, o estilo malandro de levar a vida numa boa, sem se preocupar com amanhã.

Tantos estereótipos são impostos pra nossa gente, mas com certeza quem fala assim nunca esteve aqui. É só pisar em terras brasileiras e contemplar o sorriso do baiano, cair no samba do carioca, explorar o pantanal mato-grossense, passar férias no litoral nordestino e provar da gastronomia paraense. Ah a gastronomia brasileira! Essa coloca qualquer escargot no chinelo.

Brasileiros sim, esses sabem comer! Jamais alguém verá um brasileiro exitar em gastar dinheiro com um belo banquete. Não podemos deixar de agradecer aos tais colonizadores por nos ensinarem tantas iguarias. Obrigado pela feijoada, pela pizza, macarronada. Mas lhes apresentamos o churrasco, a panelada, o baião de dois, e tantos outros pratos que fazem da culinária brasileira uma das melhores.

O que faz do nosso brasil Brasil não é só o futebol, os sambas e as mulatas. A sensualidade não é a principal característica do nosso poso. O que faz o brasileiro ser o povo mais “cool” do mundo é a garra de nunca desistir, é levar tudo na esportiva e não deixar com que nada nos detenha. Ser brasileiro significa ter orgulho em fazer parte de uma nação tão miscigenada culturalmente e unificada pela fé em Deus, nos homens e si mesmo.


* Eclesiastes 8:15 (adaptado)
Jesus, sou eu escrevendo pro bk novamente? HAHA
Gostei desse tema, espero ter me saído bem.
Amanhã (29/01) é meu niver moçada!

5 comentários:

Clara disse...

Pela feijoada agradeça aos escravos!
Não sei, sabe? Não é que eu não tenha orgulho de ser brasileira, mas às vezes bate uma revolta com algumas coisas típicas de terceiro mundo. Nós temos fé porque precisamos, lutamos porque só assim conseguimos o mínimo. Não sei decidir se isso é exatamente uma vantagem. E, sobre os estereotipos, acho que a culpa é principalmente nossa mesmo, quero dizer, de quem insiste em veicular a imagem de bunda e floresta lá fora. Isso dá dinheiro e chama a atenção dos gringos...

Fabi Celso disse...

Gostei do texto, muito bom. (:
:*

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

E viva o Brasil. Apesar de tudo, não sei se seria eu mesma morando em outro lugar.

Boa sorte no BK e feliz anievrsário!

George Nunes Bueno disse...

Parabéns!
Pelo texto e pelo aniversário!
rs

Se tiver um tempo,

Não deixe de visitar o meu Blog também: http://www.leia-atentamente.blogspot.com (E "curti-lo" no Facebook)

Gêsa disse...

James, parabéns. :D

Adorei seu texto, acho que um dos poucos positivos sobre o Brasil. E é assim que eu vejo também, nos saímos bem em meio a tudo isso.

Mesmo com os problemas sociais somos pessoas diferentes e ao mesmo tempo tão iguais.

(: