25/11/2010

O lado "bom" da pornografia

Railton Araujo, 33 anos, mora em um pequeno apartamento no centro da cidade. Trabalha como professor de aulas de reforço em domicílio e é auxiliar em restaurante. Seu hobby: colecionar revistas pornográficas.

Ao entrar em sua residência já de cara temos a impressão de estar em um estúdio de fotos. Em todas as paredes, sem exceção, a capa de uma revista enfeita uma pequena moldura formando um vasto painel com beldades seminuas.

Parede próxima a  entrada do apartamento de Railton

“Eu morro de ciúmes. Não empresto, não dou”, conta Railton mostrando com orgulho sua grande coleção de revistas Play boy. “Eu tenho uma paixão tão louca por essa revista que já fico vasculhando quem será a próxima capa, até de dois meses antes. Eu preciso é estar informado”.

Parte da coleção de revistas
Mesmo sendo homossexual bem resolvido afirma: “Eu não sei de onde surgiu essa paixão louca por mulheres nuas. Eu compro a revista Sexy quando a capa é interessante, mas a minha verdadeira paixão é a Play Boy”.

A primeira revista de sua coleção foi com a capa da atriz Paloma Duarte, em 1994. Desde então passou a comprar todas. “Peguei algumas que o meu pai tinha, eram quase 50. Eu tenho muitos amigos em bancas, vasculho internet, me disfarço de qualquer coisa para conseguir uma Play boy”. Até revista encontrada em cesto de lixo já foi parar em sua coleção.

Além de revistas femininas, em seu acervo constam alguns exemplares da revista G Magazine. Sua admiração pela nudez é tão grande que a porta da sua geladeira é uma foto gigante de um dos modelos dessa revista. Porém “se me derem de presente uma Play boy e dez revistas de homem nu que eu não tenho em minha coleção, eu fico só com a Play boy”.

Em suas inúmeras histórias pela corrida atrás de um exemplar, relata que chega a sentir quando uma nova revista chega às bancas: “a dona do lugar já sabe como eu sou. Sempre vou no dia certo da chegada. Já me oferecem 300 reais em uma de minhas revistas, é o preço do meu aluguel, mas eu não vendo nenhuma”.

Capa do mês de novembro da Playboy

Diferentemente da maioria dos admiradores que buscam esse produto para estímulo sexual, Railton deixa claro que essa não é a sua intenção: “Tudo me interessa na Play boy. Quem será a mulher da capa, a negociação do cachê, o fotógrafo, o lugar para onde as beldades viajam, mas o que me impressiona mesmo é a beleza da foto”.

Segundo ele, todo o investimento em produtos de nudez foi somente para matar a curiosidade de quem deseja ver uma celebridade nua. “Eu acho bonito ver uma mulher pelada. As revistas pra mim não são um amuleto pornográfico, não só porque sou gay, mas se fosse hétero também não pensaria assim. Eu gosto é do lado artístico da coisa".

17 comentários:

Heitor Lima disse...

Realmente existe vício pra tudo, mas esse é bem estranho... chega a ser engraçado. Ou não :x

Au disse...

É impossível não se imaginar entrando e se deparando com a geladeira do colecionador.

Au disse...

A foto do Justin porque postei um trecho de uma música que ele canta, "What Goes Around... Comes Around", inclusive, a foto é do clipe.

Italo Stauffenberg disse...

Isso é ridículo! na minha humilde opinião!

Também, ele vai ter interesse em quê nas revistas da PlayBoy, se é homossexual? A resposta que ele não quis dar é que comprar essas revistas por qu queria ser mulher, um dia! Como não pode, compra revistas!

Não sou preconceituoso, mas um pouco de sinceridade não seria mal!

Quanto a lado bom ou ruim da pornografia, eu não vejo meio termo algum! Pra mim, é errado e ponto final! E não me venha com o trabalho do nú artístico! Isso é balela! nem uma criança acredita nisso!

E não. Não digo que as mulheres ou homens que posam nú são prostitutas (os), mas o seu corpo através das fotos é usado para isso! O que é triste quando ele poderia ser utilizado para muitas outras coisas!

tudo bem, a mulher ou o cara é gato9a), mas isso não significa que seu corpo tem que ficar a mostra pra todos verem! Outra coisa: a vida é deles! fazem o que querem dela e do corpo, mas eu não sou obrigado a concordar!

Escrevi demais.

Clara disse...

Sei lá, acho essas paixões um tanto doentias... Não que colecionar coisas seja ruim, mas sei lá. Eu venderia uma revista por 300 facim! hehehe

Pelo menos ele gosta do 'lado artistico', neh?

Muito legais essas reportagens. Também gostei muito da outra sobre o sex shop. rs!

Allan Penteado disse...

sei lá, o povo não tem mais o que vender e fica posando nú, porque não vai trabalhar? Pra mim isso não é nada artístico, nenhum homem (a maioria) compra revistas para ver a "arte" (que dizem existir)comprar SIM pra estímulo sexual, credo! é nojento pensar isso, ver seu corpo sendo estímulo sexual pra alguém! Isso tudo é nojento demais!

Leonardo Varão disse...

Em todo o texto não vi o lado bom nem o mal da pornografia como citado no titulo. Onde a pornografia é citada no texto?

Anônimo disse...

Sim, e cadê o lado bom das revistas pornográaficas ? Título sem noção ! ;S

Debbys disse...

que interessante... diferente... xD
bjss

Lucas de sá disse...

Misericórdia!, isso foi o FIM!

Vi e Ouvi Por Ai disse...

Cada um com seu cada um rsss... existe gosto pra tudo neh?? rsss...

Beijosss

Vivian

Natália disse...

Se a pessoa gosta, né. Nós não temos o direito de fazer nada contra. Beijo

Juliane S. Rocha disse...

Se for pelo lado artistico, acho que existe um bem melhor que esse, porque tenho certeza que não fazem essas revistas pela arte.
Beijos
(estava com saudades daqui, está lindo o seu cantinho.)

Nathy disse...

Cada coisa né?! Cada louco com a sua mania...kkkk. Isso aíd aria uma grana daqui uns anos...se é que já não dá...rsrsrs

"RYK@RDO" disse...

Misericordia... Eu não vejo isso como um lado bom da Pornografia, Toda Imoralidade Sexual é pecado, e muitas pessoas que conhece esse blog sabe disso. Ficou legal a postagem, mas... é estímulo para outros... ;/ Minha opinião! Ta Show o Blog James! o/

Anônimo disse...

eu nao vejo como lado bom isso estimulo pessoas que ja sairam desse problema e issso é ceta do diabo

Anônimo disse...

Que perda de tempo! Isso é para quem não tem o que fazer.Mente vazia oficina do diabo.Ocupe-se com coisa que valham ouro como por exemplo:ler bons livros,assistir a um bom filme, conversar com bons amigos sobre Deus, valores que estão se perdendoetc. Conversar com seu pais, irmãos,DEUS é por aí cara que ganhamos tempo e não desperdiçamos Deus nos cobrará tudo que fazemos de bom ou ruim, lembre-se disso.