24/08/2010

Literatura Culturante

Eu sou a literatura brasileira. Estou em um país chamado cultura. O que vi? O que ouvi? O que senti? O que compreendi?

Era um universo pouco explorado, mas encarei o desafio de construí-lo com o meu trabalho. O social mesclava-se com as cores dos costumes, gerando uma formosa aquarela de manifestações. No primeiro encontro o que vi foram modos de agir diferentes. Nos meus ouvidos, sons gritantes que denuncia o que cada um exalava de dentro de si. O que senti? Era uma mistura de medo e desconfiança andando em paralelo com o espasmo e a crítica. Por fim, compreendi que nada poderia justificar ou explicar tudo aquilo. E é exatamente por isso que eu existo! Sou a fonte de um elemento determinante para a superficial compreensão desse meio chamado cultura.


Voltei! É, eu prometi mundos e fundos e voltei com esse texto aí. Escrevi ele pra faculdade (foi coisa de 20 minutos, por isso ele está chulo assim). A matéria é Cultura e Literatura brasileira (pelo menos na emenda ta prometendo ser uma matéria interessante). Essa semana ainda tem blorkutando aqui e mais resenha de filmes. Fica isso por hora. Até

7 comentários:

Janaina Barreto disse...

eu queria participar mais dessa cultura! Faz tempo que não leio nenhum autor nacional, nem participo de nenhuma manifestação artística... :(

Esse cachorro ficou mto engraçado. =P

Debbys disse...

ah, fico bem interessante o livro!!! estamos discutindo mt sobre cultura nas aulas de filosofia... xD
ah, volta mesmo!!! quero ler novos textos seus! =]
bjs

Clara disse...

Acho que a literatura deve passar alguns apuros num país chamado cultura, mas em que poucos lêem.
Mas, ainda assim, ela se reinventa, conta a nossa história para o mundo, escreve nossa identidade.

Amo a literatura brasileira, apesar de não gostar muito dos temas mais comuns. :)

Italo Stauffenberg disse...

reparei que estás de volta não é?

bienvenido!

abraço.

@philipsouza disse...

Eu sempre estou tentando ler, pelo menos crescemos é na leitura, mesmo que o nome seja insignificante o que se encontra dentro pode ser algo prazeiroso...

abraçao e seja bem reevindo amigo..

Jamylle Carvalho disse...

também posso dizer que "sou a fonte de um elemento determinante para a superficial compreensão desse meio chamado cultura."
adorei o texto :*

Gêsa disse...

Eu adoro a cultura brasileira e detesto o modo como nos brasileiros a desvalorizamos. Mas no fim das contas também posso dizer que "sou a fonte de um elemento determinante para a superficial compreensão desse meio chamado cultura."