19/07/2010

DESABAFO

Foi assim. Dia onde nada poderia dar errado. Entreguei-me a você.

Meu corpo.
Minha alma.
Meus pensamentos.

Tudo meu era seu!

O problema é que o erro sempre esteve presente. E o erro era eu.


Você foi capaz em uma única noite de roubar meu coração, destruir os meus sonhos, aniquilar com o meu futuro e detonar tudo que me causava prazer. Hoje sobrevivo de mendigar as lembranças dos trinta minutos que passamos juntos.

Seu sorriso encantador me cegou a ponto de me fazer trocar alguém que tinha tudo pra mim. Alguém que não me causava dor. Alguém que me ama verdadeiramente.

Mas você não.

Você lançou o seu veneno mortífero e me cair em seus braços. Suas palavras pré-meditadas eram tudo o que eu precisava ouvir.

Você foi uma ilusão.
Você foi meu lixo.
Lixo esse que reciclo todos os dias em meus pensamentos!

Me abandona!
Sai da minha vida!
Me deixa sobreviver.... nem que seja mais trinta minutos ao seu lado.

É a primeira vez que me sinto assim. História real. Estou sufocado. Sem vontade de fazer nada. Me entenda na construção estética do texto. Até<3

3 comentários:

A!!ªN disse...

diria que a construção estética está muito boa...

quanto ao desabafo, só lamento, já me senti mais ou menos assim...

um dia passa, mas enquanto isso não acontece, meu amigo, o melhor é desabafar mesmo!

nós somos o seu ombro.

Mone Laudelino disse...

Melhoras querido...

Bjinhos

Clara disse...

Nossa, que intenso!

Melhoras para você! óo

Bjos

Clara