17/06/2010

Rock, pra que te quero?

A música sempre foi algo influente na sociedade, seja como entretenimento, seja como meio de propagar ideologias. De todos os ritmos, o rock foi o pioneiro em injetar na população suas letras tendenciosas - tachadas, muitas vezes, como “barulho” pelos depreciadores – que variavam entre os vastos temas do cotidiano. Desde a gravação da primeira música ("Rocket 88" de Jackie Brenston) outros “dialetos” e novos estilos musicais surgiram, como por exemplo, o Blues, o Jazz, o Folk e música clássica.
 Até hoje muitas bandas deixaram o seu legado, como por exemplo, Eddie Cochran e UK Subs. Na lista dos “astros do rock”, os Beatles lideram o topo com o título da banda mais aclamada da história. Os próprios foram responsáveis por várias mudanças no instrumental. Além disso, eles eram percebidos como a encarnação dos ideais progressistas e sua influência se estendeu até as revoluções de 1960. Com o passar das décadas, a música rockeriana passou a ser banalizada por muitos. Segundo Dostoievski, “Aos olhos do artista, o público é um mal necessário; é preciso vencê-lo, nada mais”. O que se vê são pessoas sendo vencidas diariamente pelas modinhas adolescentes trazidas por esse ritmo.
Partindo desse apanhado da história do rock, a contemporaneidade mostra como esse estilo musical sofreu transformações ideológicas. Hoje, os “astros do rock”, como por exemplo, Restart ou Nx Zero, são responsáveis por uma vasta influência no estilo emo de sentir, viver e vestir. As músicas não passam de uma melancolia que fala de amor, perda e sofrimento, gerando nesse valioso público adolescente uma abstinência de crítica à sociedade. Se continuarmos assim, teremos futuramente adultos chorões que usam calças coloridas, completamente indefesos contra os males da alienação, musical ou não.

Fontes: 1 | 2 | 3

Acredito que esse texto tem um tom de "eu não tinha autoridade pra falar disso". Vou esperar alguém comentar o porque. Não ficou tão interessante quanto o da Lady Gaga, mas foi o que eu consegui fazer. Até a próxima!

19 comentários:

Fernando de Aquino Santos disse...

Como sempre mandou muuuuuuuuuuuito bem na construção do texto...
Sobre as novas tendências do mercado músical "EMOCORE" (Coloridos ou obscuros dependendo do mês do ano, eu acho) é que tudo passageiro (se Deus querer!)
Esse "estilo" traz uma regressão musical, pois faz um esteriótipo de músicas com letras pobres que dizem sempre a mesma coisa, geralmente rimando amor com dor (ou cocoR)... Meu sonho é ligar a rádio e ouvir uma música BOA, MAIS BOA MESMO!
James, parabéns mesmo pelo teu BLOG
sou teu fã!
abração cara!

C. disse...

Olha, botei fé. A maioria diz que eu sou muito nova para criticar ,e que eu também vou acabar aderindo as modinhas, mas o que vale mesmo é o verdadeiro rock. Sinto falta de Elvis, Beatles, Blondie, Nirvana, Ramones e outros clássicos, mas tudo que temos a fazer é continuar ouvindo os classicos para não deixá-los morrerem. (:

Dieguito disse...

[ Abiima ] denovo - OAIHWOIHWH
- tipow, ñ vou bajular nem pagar pal pelo fato de eu gostar do rítimo.
- o Rock é pioneiro no aspecto [ expressar sentimentos usando a música como ferramenta.]
- A desenvoltura e inspiração das letras tem acompanhado as mudanças sociais e culturais de tda a sociedade.
Rhythm como Beatles,Bob Dylan entre outros, serviram como alicerce que sustentaria as "bandas sucessoras" até os dias atuais.
- o Rock retrata o que não é lícito falar,o que é proibido, com palavras de duplo sentido e por muitas vezes, mto fácil e claro de compreender...
- O tempo foi passando - e o ROCK natural e saudável sofreu variações criando assim novos rítimos, ou novas formas de expressão.
Com o mal do século, 2° geração do Romantismo o rock abrange vários temas e expressa a mais obscura experiência do homem, surgindo então o Heavy METAL, marcado por talentosos cantores/compositores/bandas que não vêem problema algum em "fazer o que pensam".
bandas como, Black Sabbath,Dio,Judas Priest, marcam uma longa e polêmica trajetória que serão notados o pessimismo e um certo gosto pela morte, religiosidade e naturalismo.
- em meados dos anos 70 80 e 90 surge o considerável rock clássico!
Bandas como...[ Aerosmith ~ Metallica ~ Guns n'Roses ~ Kiss ~ Alice Cooper ~ Eagles ~ Scorpions... [reticência,reticência,reticência]
Abordam o tema, Sexy,Drougs and Rock n'Roll [sexo,drogas e rock roll]. onde nada mais importa a não ser esses 3 itens citados e seus adjacentes [Fama,Pornografia,Brigas,Suicídios]
- A população estava tomada por essas influências, na maioria por jovens de 18 a 23 anos.
- Em 1995 destaque na LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA do rock, bandas e produtoras dão o seu melhor para tornarem-se ícones das raízes do Rock. Seria a única opção, o modernismo se concretizava a cada dia e o rock sofria a cada mudança de pensamento da população.
* Novos sentimentos queriam ter sua vez!
* Novos rítimos estavam ocupando seu espaço!
[ È a vez do Newmetal,PopRock,Screamo,Hardcore,]
- O ROCK ESTÁ MORTO =(
daí em diante, começou a baitolisse/putaria/fuleragem/frescura/mulecagem/baixaria/viadagem entre outros milhões de adjetivos...[GLS]
Bandas dão o ponta pé inicial ou a ponta do tamanco inicial! kkkk
- Green Day,My Chemical Romance,
Matchbook Romance ~ inspiram e dão asas a outras supostas borboletas ainda escondidas em seus estúdios em forma de casulo.Temos tb os representantes nacionais - Nx-0, Fresno,Restart,CPM22 ñ ficam por trás na disputa para quem é mais sentimental,voltamos então para a era do Ultra-Romantismo,melancolia e individualismo marcam essa "nova/antiga" fase sofrida do Rock Macho de ser![ Me desculpem os coloridos q curte isso q chamam de rock ]

Andreia Rainha disse...

Cansei dessas novas modinhas, restart e Nx Zero que enchem os Ipods por ai. Não gosto e não acho isso música. Adoro rock, mas os antigos. Ac/dc, Beatles e Kiss estão entre os meus preferidos.

Adorei o texto. Foi curto mas passou muita informação. Gostei do novo layout, perfeito.

Bjs

bruno disse...

Cansei dessas novas modinhas, restart e Nx Zero que enchem os Ipods por ai. Não gosto e não acho isso música. Adoro rock, mas os antigos. Ac/dc, Beatles e Kiss estão entre os meus preferidos. ²

Essas modinhas já me encheram o saco !
AC/DC é o poder !

Dieguito disse...

A VERDADE É QUE, o Rock, preto&Branco, em negrito, escuro e macho, está hoje pintado com as cores do arco-íris e caracterizado por roupas coladíssimas...e mostrando orgulho em ser a vítima da sociedade, em que tdos falam, "Somos os Coitadinhos", AHHHHHHHHHHHHH ¬¬
frases repetitivas e sedimentares como...
- Eu te amo, tú me ama,o mundo é cor de rosa
- Não vivo sem vc, nem vc sem mim.
*CHEGAAAAAAAAAAAAAAAAAA. vivo em busca de tornar o rock clássico mais acessível, que virou um ícone musical.
- Desejo que esse Ultra Romantismo acabe!
teríamos que passar novamente pelo... [ ? ]
Romantismo/Ultra-romantismo/Parnasianismo/Futurismo e outros movimentos para então voltarmos a essência de um bom e saudável rítimo que nos alegra e nos motiva a viver?
Abrass [ Abiima l Diego ]

Jamylle Carvalho disse...

cara, seu texto está impecável!
e você tem toda razão, o rock foi banalizado.
concordo com cada palavra. muito bom mesmo. parabéns ;D

Clara disse...

AMO os Beatles! De paixão! Também não curto Restart, nem NxZero.. mas há quem goste né.. Como você falou, tem gente que compra.

bjoooo

Rebeca Rocha disse...

Não à banalização do rock!

Janaina Barreto disse...

com certeza Beatles é imortal, né? aquele rock gostoso de ouvir, o verdadeiro. ^^
nunca fui de aderir à modinhas, sabe? Graças! Porque, pelo amor, viu... Aqueles caras de calças coloridas são, no mínimo, deprimentes. =P Mas, tuo bem... Quem gosta, gosta! rs

ana clara tavares disse...

Suas palavras são perfeitas.

Sobre o Rock tenho qeu dizer, (amando Nx e curtindo Restart) eu tambem digo que o Rock mesmo é com certeza Beatles, Nirvana, Guns entre outros.
Mas não acredito que futuramente existirão adultos chorões :/ KK

beijos :*

ana clara tavares disse...

Não, para divertir-se nao precisa de sexo, drogas, mas sim de rock n roll! essa é a minha opiniao, meu amor!

beijos :*

Luiza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luiza disse...

Rock como antes perdeu-se no tempo-espaço, ainda mais falando de Brasil. As bandas atuais podem lançar moda e fazer milhares de meninas coloridas se desesperarem e achar uma "puta falta de sacanagem" não conseguir entrar no show mesmo tendo uma "pulserinha", mas esses coloridos soam, na maioria das vezes, ridículos e irritantes pra quem ouve Legião Urbana, Cazuza, Cassia Eller e aquela galera antiguinha. Até curto novas diretrizes do rock, por assim dizer, como o folk e o rock dançante estilo Franz e Artict. É uma galera cheia de ideias maneiras e lunáticas. Eu curto quem tem algo pra dizer e não gente que manda letras chicletes que tocam 24horas por dia nas radios e não te deixam dormir!

Bleffe disse...

Brasil ganhou...que legaaaal!!

Mas, vamos voltar à realidade?

Entenda porque...Ouça e baixe GRÁTIS "Nas Ruas", mais uma música do Bleffe.

Saiba como clicando AQUI

Aproveite a passagem pra navegar e comentar no nosso Blog. Valeeeu!!!

Clara disse...

Amoreeee

Mudei o domínio do meu blog! Agora é:

http://claraalvarenga.blogspot.com/

Por gentileza, peço para atualizar sua lista de blogs. ;)

Beijo grande!!

Clara

sarah disse...

Nem posso comparar meus Beatles com essas bandinhas novas ..
querido, é pecado tentar fazer isso né? rs


um beijo!

Bárbara Garcia disse...

Concordo em partes, acho que música "modinha" sempre existiu, em qualquer época. Mas o que sobreviveu até hoje? Só os bons e por isso exaltamos tanto os clássicos do rock, por exemplo. Se faz sucesso, é porque tem gente que gosta, mas também não são todos os adolescentes que curtem isso, como dá para perceber até pelos comentários aqui na postagem. Resta saber se esses fãs e as próprias bandas sobvreviverão por muito tempo seguindo esse mesmo estilo de hoje, ou estarão fadados ao limbo das bandas de 15 minutos.

Espero novas postagens sobre música, amooo!
Beijos.

blog do xande disse...

pra mim não passam de Merda..
fala serio moss.como é que podem gosta desse tipo de musica..
to com vontade de vomitar...
eu acho que o rock hoje mostra simplismente roupa ... a letra é tudo uma remontagem de outras composiçoes.