12/03/2010

DUPLA FACE

Ricardo era um homem interessante - ouvia isso sempre que andava pelas ruas, no trabalho e também na faculdade. Não simplesmente pela sua beleza incomum, olhos verdes e etc. Mas por ser simpático, elegante, educado. Mas um mistério pairava no ar: havia rumores que Ricardo tinha cantado o seu chefe para ser promovido e mudado de empresa novamente, e essa fofoca fazia com que todos os homens do escritório se afastassem dele. Ao contrário dos homens, as mulheres se aproximaram mais, lhe pedindo conselhos amorosos, dicas sobre suas roupas, enfim, perguntas que uma mulher faz somente para outra mulher. Ricardo se incomodou com a situação e foi direto conversar com o seu chefe...

Chegando na sala dele, sentou-se na cadeira e desabou no choro. Enquanto Ulisses, diretor de RH, o fitava com olhos sem expressão, Ricardo contava de como as pessoas o tratavam diferente. - Acredito que descobriram o que eu sou - Falou ele entre soluços e lágrimas. Ulisses já sabia do que se tratava, ficou preocupado, afinal, foi ele quem espalhou o boato. Sem saber o que fazer, perguntou: - Descobriram? E o que você é afinal? - sua voz embargada denunciava preocupação. Ricardo levantou a cabeça e desabafou: - Sou um ex presidiário. Fui pego em um assalto e preso por trêz anos. Minha mulher não me aceitou mais, meus filhos não quiseram mais me ver e foi lá que conheci o Diego. Nos gostamos, namoramos e hoje somos casados. Mas a partir disso, minha vida se tornou um inferno. Fui transferido pelas sedes da empresa sete vezes. Por favor, não permita que eu enfrente esse pesadelo mais uma vez, me aceitem... - Implorou, provocando a compaixão de Ulisses que o presenteou com um beijo.

O mundo apresenta um grande diferencial dos tempos antigos: as pessoas se toleram mais, a paz é um assunto bastante discutido, mas... quando se trata de homossexuais, a segunda bomba de Hiroxima é lançada sob criaturas que nada fazem para merecer isso. Por serem gays as pessoas são excluídas de conversas, viram motivo de chacota e tem a sua vida emocional abalada. É o que acontece com os Ricardos e os Ulisses da vida. Se todos vivessem o lema "Liberdade, Igualdade e Fraternidade" o preconceito, até mesmo dos próprios homossexuais, daria lugar a aceitação de quem, simplesmente, é um ser como todos os outros seres, o ser humano.

Pauta para Blorkutando


Tô morrendo de medo de ter fugido do tema do BK. Seja o que Deus quiser.
Enfim, você pode estar se perguntando: "Mas James, você não é contra a homossexualidade? Sim, eu sou, e sempre deixei isso claro. O que acontece é que detesto como esas pessoas são excluidas da sociedade. Explicando: Eu DETESTO o ato que eles praticam, mas ADORO aquilo que eles trazem sem sí: a complexidade de um ser humano como qualquer outro. Fica a Dica \õ
Estou indo pra um retiro com Deus esse fds. Quando chegar no domingo, respondo os comentários daqui e do post anterior. Juuuuuuuuuuuuuuro.
Beijo grande, se cuidem. Até domingo ;)

12 comentários:

Mel disse...

Uma forma diferente e tratar um tema muito polêmico. Penso que mesmo eu sendo contra o homossexualismo o respeito é fundamental. Todos somos seres humanos independendo de nossas escolhas. Cada um busca a sua felicidade da forma que julga correta. Adorei o texto, acho que vai pro pódio, ein?

Boa sorte! Beijão, James!

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Tema polemino, meu amigo.
Mas voce consegue destrinchá-lo com delicadeza e respeito.
Parabéns.

Beijo

Fernanda disse...

preconceito é algo horrivel mesmo.chega a ser triste.

Debbys disse...

tenho amigos homo e bissexuais, e são as pessoas mais íntegras que conheço!!
bjssss

Tiêgo disse...

Sabe James, eu não consigo gostar de pessoas que não gostam de homossexuais. Não mesmo. Pra mim, elas não tem nada de mais. Falam, comem, dançam e amam. Exatamente como você. Só que elas escolheram uma opção sexual diferente dos demais. Não é um erro. Não é um crime. As pessoas, independente de suas escolhas, tem o direito de ser felizes. E de serem respeitadas, acima de tudo. #melhorpararporaqui. Eu falo demais, lembra? hahahaha.

Sobre seu texto, tá legal! Eu gostei! Só queria que você atentasse mais à ortografia. O pessoal do BK não alisa ninguém, nem se uma crase estiver mal empregada. Beleza? Não, você não fugiu ao tema. Ficou incrível seu texto!

E boa sorte no seu retiro!

Abraço :)

Gazeta dos Blogueiros disse...

Parabéns!!! Seu blog acaba de receber o Troféu de Destaque GB 2010 na Gazeta dos Blogueiros. Como prêmio o link do seu blog ficará exposto por 7 dias na página principal da GB. Venha receber o seu troféu e garantir sua participação no The Best GB 2010.
Gazeta dos Blogueiros (http://www.gazetadosblogueiros.com/)

Carolzinha_Hermanas. disse...

Eu sou totalmente a favor, sabe? Eu acho que cada um tem a sua opção, e isso não deveria interferir na sociedade :)



Beeeijos; aaaamei o texto *_*

Esaú Maia disse...

E ai jornalista.
Continue sempre fazendo sucesso.
E faz uma visita de vez em quando no blog dos amigos...kkk
abração!
Tenho certeza q o encontro deve estar sendo uma beenção!

Flavih Jones disse...

Adorei teu texto.
E é isso aí. Acho q se todos pensassem assim ajudaria bastante.
Pq uma coisa é não aceitar, outra coisa é agir de forma preconceituosa.
Seu post é um bom exemplo de como se deve agir.

Adorei.
Beijoo

Luan Fernando disse...

Talves isso aconteça pelo medo de se mostrar. Quando nos apresentamos verdadeiramente, não importa o que pensam, " QUE GOSTEM DE MI COMO SOU"
bEIJO

Mayla disse...

Adorei seu texto.Preconceito é algo horrível mesmo.Eu também sou contra a homossexualidade,mas jamais tenho preconceito!
bjos, mah

Jéssica Trabuco disse...

Gostei do texto... é um absurdo como numa sociedade como a nossa existam preconceitos ridículos como esses.
Todos nós somos iguais! =]